Um conselho de jornalismo para uma sociedade democrática

Conselho de jornalismo e a democracia

Como proteger o jornalismo e se proteger dos seus erros sem passar a mão na cabeça de quem os comete? Uma solução seria um conselho de jornalismo não autárquico, integrado por jornalistas e por outras organizações da sociedade civil. Esta é a proposta de Fred Ghedini

O fim do “divórcio” entre a academia e as empresas jornalísticas

divorcio academia x empresas jornalisticas

Desde meados dos anos 1990, ficou claro que a academia apostou no futuro e a mídia corporativa valorizou mais o passado, esticando ao máximo possível a agonia do velho modelo analógico. Agora, as duas partes começam perceber que a sobrevivência mútua depende da confiança mútua

Submetido a um estresse tremendo, o jornalismo está prestes a explodir

Fred Ghedini avalia a degradação da profissão de jornalismo nos últimos 40 anos, levada ao fundo do poço com a hegemonia das grandes plataformas de redes sociais. e aponta caminhos para a superação dessa crise, entre eles, várias iniciativas importantes que a APJor desenvolve ou participa ativamente

Um ato de corajosa união de jornalistas contra a ditadura

Ato de corajosa união de jornalistas contra a ditadura

Veja o depoimento do jornalista Mauro Malin que faz atualmente um levantamento sobre as circunstâncias em que mais de mil jornalistas brasileiros lançaram, num “gesto de coragem coletiva” o manifesto “Em nome da verdade”, contestando a versão da ditadura militar sobre a morte do jornalista Vladimir Herzog

Assédio judicial ou demanda opressiva?

Artigo João Batista Damasceno

Jornalista e desembargador, João Batista Damasceno reflete sobre as diferenças entre assédio judicial e demanda opressiva – sem contar o assédio processual, expressão já usada pelo STF. Os casos de Elvira Lobato e J. P. Cuenca, por exemplo, configuram uma demanda opressiva —mais grave do que o assédio judicial

Como frear o assédio judicial ao jornalismo independente?

O grupo Amigos de Luís Nassif reúne-se pela primeira vez nesta segunda-feira (11/01) para procurar soluções para o problema. Uma dessas soluções é regulamentar a profissão de jornalista, como propõe a jurista Carol Proner. Veja na matéria da jornalista Leda Beck para o site da APjor

É preciso enegrecer o jornalismo brasileiro para melhorar a cobertura

Dia da ConsciÊncia Negra

Pretos e pardos são mais da metade da população brasileira, mas uma pesquisa de 2012 mostrou que apenas 23% dos jornalistas brasileiros são negros e pardos. Quantos serão hoje, e como isso afeta a qualidade do jornalismo? Artigo do jornalista Flávio Carrança, para o site da APJor, expõe o problema.

Pensata sobre um Conselho de Jornalistas

Conselho de Jornalistas

Neste artigo, Dal Marcondes discute a importância do jornalismo profissional como antídoto para a indústria da mentira. Mas observa que “para garantir o renascimento do jornalismo como uma pedra fundamental da democracia é preciso respeitar o trabalho e a importância do profissional que o exerce”

Jornalismo e democracia são sinônimos

imprensa e democracia

Por Luiz Roberto Serrano

– Os jornalistas, essenciais para essa simbiose, enfrentam desafios cruciais para defender e ampliar o seu exercício profissional. A foto acima é do Ato de defesa da liberdade de imprensa realizado na Faculdade de Direito do Largo São Francisco, em setembro de 2019