Assembleia virtual de eleição da nova diretoria

Nacionalizar, estudar, articular: algumas das metas da nova direção da APJor

Em assembleia virtual, cerca de 80% dos associados elegeram, no dia 13 de março, a nova diretoria da Associação Profissão Jornalista para os próximos dois anos. Pensar, debater e apontar soluções para superar o quadro de degradação da profissão num país igualmente degradado são os grandes desafios à frente

Da Redação

A eleição da nova direção da APJor teve uma grande novidade: pela primeira vez, a assembleia dos associados foi realizada em ambiente virtual, com grande participação. Nada menos que 35 associados estiveram presentes, cerca de 80% dos membros, e debateram o plano de trabalho da nova gestão para o período.

Fred Ghedini continua presidente e Mara Ribeiro continua diretora administrativo-financeira. Os novos nomes na diretoria executiva são Leda Beck, vice-presidente, e Cris Spera e Fabio Soares, diretores suplentes. O Conselho Fiscalizador da Gestão está composto por Dal Marcondes, Caru Schwingel, Pedro Nastri e Everaldo Gouveia.

Uma das metas da diretoria eleita e já empossada é a “nacionalização” – não que sejamos uma organização estrangeira, o termo é usado no sentido de ampliar a presença pelos estados, em todas as regiões do país. Esse plano de consolidação da entidade será feito juntamente com uma campanha de atração de novos associados, que deve sustentar seu crescimento institucional.

Foco no estudo e articulação dos jornalistas

Tanto em relação ao crescimento do número de associados quanto nas ações, nosso foco permanece sendo o estudo, a compreensão das mudanças pelas quais passa o jornalismo e a profissão, e a articulação das organizações e dos próprios jornalistas para enfrentar tais problemas.

Em meio às limitações impostas pela pandemia, a diretoria também vai priorizar a retomada do debate sobre a constituição de um conselho, ordem ou colégio de jornalistas ou de jornalismo, junto com as demais organizações que atuam nesse campo. O foco da APJor será, como sempre, o fazer profissional e sua relação com a sociedade brasileira, em busca de um jornalismo ético e plural.

Para isso, vai continuar articulando as entidades de jornalistas para a construção de um fórum de debate sobre jornalismo e jornalistas. A nova diretoria também pretende promover estudos sobre a profissão e os profissionais, de olho no futuro, e a partir daí formular análises e propostas para o fortalecimento da atividade profissional, subsidiando ainda o debate sobre a constituição de um conselho, ordem ou colégio de jornalistas (ou de jornalismo).

Saiba mais:

Plano Bianual de Trabalho 2021-Versão PDF

Relatorio Gestão – versão PDF

Relatório AGO – versão PDF

APJor

APJor

A Associação Profissão Jornalista – APJor é uma organização nascida do Movimento Jornalistas Pró-Conselho, criada na assembleia de 22 de outubro de 2016, na Câmara Municipal de São Paulo, com a presença de 40 jornalistas.

Uma resposta

  1. A Assembleia de 13 de março abre o início de um momento novo para a APJor, com a campanha de ampliação da nossa presença para todas as regiões do país, com a associação de lideranças regionais e nacionais dos jornalistas, estudiosos do jornalismo e da profissão e outras coisas. Vamos fortalecer nossas linhas de ação no estudo/pesquisa, nos debates sobre o conselho (profissional ou de jornalismo), na articulação e aglutinação dos jornalistas brasileiros para enfrentar os tempos de mudanças radicais e de grandes ameaças para a profissão e os/as profissionais. Saravá! Sucesso para nós no biênio 2021-2022.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *